Pesquisa sobre a Implementação da Política de Cotas Raciais nas Universidades Federais

Ontem, 29/08/2022, a Lei de Cotas completou 10 anos de sua instauração nas Universidade Federais do Brasil e é inegável, ainda que insuficientes, os avanços que a Lei promoveu, não só para a conquista de paridade social por grupos historicamente marginalizados e excluídos, quanto para o aumento da diversidade de corpos, ideias e narrativas nas universidades. 

Para confirmar o que já se percebia no dia a dia das universidades federais, o GT de Políticas Etnorraciais da Defensoria Pública da União e a Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as produziram um relatório a partir da Pesquisa sobre Implantação da Política de Cotas Raciais nas Universidades Federais. 

O relatório reúne e analisa informações de 64 (das 69 atualmente) Universidades Federais que responderam integral ou parcialmente a pesquisa. Um excelente material para pesquisadores e pensadores de políticas públicas voltadas para educação e o combate ao racismo institucional nas universidades públicas.

Acesse aqui a íntegra do relatório.

Posted in Divulgação Científica, Políticas de Educação and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.